‘La Venganza’

Assisti ao filme ‘La Venganza’ no CGAI d’A Corunha (Centro Galego de Artes da Imaxe) e fiquei fascinado pela qualidade estética e narrativa do filme. ‘La Venganza’ é uma longa-metragem espanhola do ano de 1958, escrita e realizada por Juan Antonio Bardem e protagonizada por Jorge Mistral, Raf Vallone e Carmen Sevilla. No panorama da história do cinema espanhol, este filme tem especial importância uma vez que, para além da sua selecção no festival de Cannes, foi a primeira longa-metragem espanhola a ser seleccionada para os Oscars da Academia americana. Para além disso, foi um filme que rompeu com a estética e temas abordados pelo cinema espanhol da altura, marcado por filmes de comédia que retratavam uma falsa realidade face à ditadura franquista.

O filme retrata o regresso de Juan à sua terra, após dez anos de prisão por um crime que não cometeu, ele e sua irmã, Andrea, prometem vingança ao homem que acreditam ser o culpado, Luís. Unem-se a um grupo de segadores, liderado por Luís, que vão trabalhar para os campos de Castilla. A trama é uma evidente metáfora às duas Espanhas do regime franquista, os vencidos, personificados por Juan Díaz, e os vencedores, personificados por Luís. Existe um terceiro elemento importante, o de espectador neutro que busca paz e pacificação da personagens em conflito, no filme esta personagem é a de Fernando Rey, que procura solucionar os problemas entre Juan e Luís através da palavra e não da força, num momento de debilidade física, após uma luta simbólica contra a industrialização do trabalho humano, o escritor fala com os dois protagonistas numa tentativa de amenizar os seus conflitos e assim procurar paz. Aqui a personagem de Carmen Sevilla, Andrea, é de máxima importância, uma vez que representa a união pacifica entre Juan e Luís. É irmã de Juan, e promete-lhe vingança contra Luís, no entanto ao longo desta jornada acaba por se apaixonar pelo mesmo, e tenta que seu irmão o perdoe.

Em certas cenas do filme, são visíveis as condições precárias em que os segadores trabalham, a forma humilhante como são tratados pelos seus empregadores, note o momento em que uma vila inteira que vive deste labor é marginalizada pelos responsáveis ao contratarem pessoas de fora para realizarem tal trabalho. Uma das cenas mais notáveis, é quando a personagem de Fernando Rey ao ver uma máquina substituir a mão de obra humana, corre atrás da mesma numa tentativa de lutar contra a industrialização do trabalho humano, e acaba ele, por ser vencido.

La venganza (1958)

Uma das cenas que mais me impressionou no filme foi no momento em que toda a aldeia assiste à colheita arder, assiste desesperadamente mas sem hipótese de dominar o fogo, sem hipótese de salvar meses de trabalho, talvez seja esta uma metáfora à situação espanhola de então, a impossibilidade de um povo salvar o seu país, dominado por chamadas incontroláveis. Para além da importância narrativa desta cena, não podemos passar despercebidos à cinematografia, que apresenta uma soberba escala de planos, tanto do fogo que domina o trigo, como do povo que o observa.

Bardem construiu com este filme uma trama de carácter realista. Com historias e personagens marcantes, e acontecimentos com notável conotação simbólica. Através de uma cinematografia soberba, é construído um ambiente perfeito com imagens quase que documentais. O filme não só representa um desafio e grito de revolta face ao regime franquista como também uma nova esperança face ao cinema espanhol da altura.

A Coruña, Dezembro 2017

Luís Barros Rodrigues

Published by luisbarrosrodrigues

Born in Viseu, Portugal in 1996. Luís started his journy in the art world in Porto, where he studied a Bachelor of Arts in Cinema, from 2014 to 2017. In 2016 he studied at the Bulgarian National Academy for Theater and Film Arts as an exchange student. Currently lives in Spain, where he studies a master in Executive Production. He's a Filmmaker and Artist.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s